RADIOLOGIA DE INTERVENÇÃO

O que é a radiologia de intervenção?

É uma especialidade médica que realiza tratamentos inovadores de forma pouco invasiva e guiados por imagens. Utiliza métodos de imagem como Ecografia, TAC ou Radioscopia para tratar doenças localizadas, contribuindo também para o seu diagnóstico preciso através da realização de biópsias. 

Como são realizados os tratamentos?

A Radiologia de Intervenção utiliza pequenos instrumentos que são guiados até ao local onde está a lesão, fazendo diretamente o seu tratamento. Durante a realização do tratamento, os radiologistas trabalham em equipa com anestesistas, enfermeiros e técnicos de radiologia. 

Vantagens e benefícios

A Radiologia de Intervenção tem complicações muito inferiores às de uma cirurgia. A maioria dos procedimentos que lhe estão associados pode ser realizada em ambulatório ou com um curto internamento e dispensa a anestesia geral.

A Radiologia de Intervenção é um método muito pouco invasivo e bem tolerado e pode ser combinada com outros tratamentos. 

Que é que a radiologia de intervenção pode tratar? 

CANCRO

• Através de quimioembolização transarterial, uma técnica de administração de quimioterapia diretamente em tumores no fígado, provocando a sua destruição.

• Através da ablação por radiofrequência, uma técnica que transmite calor através de uma agulha e destrói as células tumorais. 

OBSTRUÇÃO DAS VIAS BILIARES

• Pela drenagem biliar percutânea, um procedimento não cirúrgico que permite ultrapassar obstruções malignas e benignas e melhorar a função hepática. 

FIBROMIOMAS OU MIOMAS UTERINOS

• Com embolização através das artérias uterinas. Esta técnica provoca a redução progressiva do tamanho dos miomas e o alívio dos sintomas, com a vantagem de preservar o útero. 

VARIZES

• Através da ablação venosa (laser ou radiofrequência), guiada por imagem. 

HIPERTENSÃO ARTERIAL, NOS CASOS EM QUE RESULTA DE ESTENOSE DE ARTÉRIA RENAL

• Por angioplastia, que dilata o aperto da artéria. Esta técnica pode aplicar-se a outros territórios vasculares, arteriais e venosos. 

TENDINOPATIA  CÁLCICA

• Barbotage/Lavagem de tendinopatia cálcica (trata-se de um procedimento realizado em ambulatório, apenas com anestesia local, que usa ultrassons, pelo que evita exposição a radiação ionizante. Com o controlo ecográfico, um operador experiente consegue a visualização direta e em tempo real da calcificação heterotópica, com acesso à lavagem ou à fragmentação da mesma, consoante o estado evolutivo, da tendinopatia cálcica, com mínima lesão do tendão e evitando a lesão das estruturas tendinosas, articulares e ligamentares satélite. A ecografia permite no mesmo tempo, a identificação de outras patologias associadas, como bursites ou roturas tendinosas).

Outros procedimentos de Radiologia de Intervenção:

- tratamento de fasceítes plantares;

- hidrodistensão da cápsula articular;

- infiltração de Nevromas de Morton;

- drenagem articular, de bursas e peritendinosa ecoguiada;

- needling ecoguiada de tendinopatias por epicondilite, tendinopatias rotulianas, aquilianas;

- needling ecoguiada de fasceítes plantares;

- punção aspirativa e biópsia guiada por ecografia, estereotaxia ou tomografia;

- drenagem de coleções e abcessos guiadas por ecografia ou tomografia;

- drenagem biliar percutânea (incluindo dilatação de estenoses biliares e implante de stent/prótese biliar);

- embolizações;

- quimioembolizações;

- trombólise;

- implante de filtro na veia cava;

- angiografia;

- angioplastias (da carótida, nos membros inferiores, das artérias renais, entre outros);

- implante de Stent;

- implante de endopróteses na aorta e ilíacas;

- nefrostomia;

- implante de cateter em Duplo J;

- cateterização das trompas de falópio;

- gastrostomia percutânea

- ablação por radiofrequência;

- alcoolização de tumores;

- implante de cateter venoso de longa permanência;

- TIPS (transjugular intrahepatic portosystemic shunt);

- vertebroplastias; 

No dia do exame traga consigo:

• Requisição do exame passada pelo seu médico;
• Exames de diagnóstico anteriores;
• Análises ao sangue mais recentes;
• Cartão do sistema de saúde (SNS, seguro ou subsistema de saúde).

 

Na Dr. Campos Costa, os profissionais estão disponíveis para esclarecer todas as suas dúvidas e garantir que o exame decorre da forma mais confortável possível.

Seja pontual. Se por qualquer razão não puder comparecer no dia e hora marcados, informe-nos através do telefone 223 400 900.